Entre em contato 99386-9615
Avançado
Procurar
  1. Home
  2. Sabe o que é Dermatilomania?
Sabe o que é Dermatilomania?

Sabe o que é Dermatilomania?

  • 23 de January de 2020
  • 0 Likes
  • 172 Views
  • 0 Comentários


Já imaginou sentir um desejo incontrolável de coçar ou beliscar a pele? Nunca ouviu falar nisso? É o que acontecer com quem sofre com esse raro distúrbio. A dermatilomania é uma condição que faz com que os indivíduos se cocem sem parar. Geralmente, as pessoas arranham a pele ocasionalmente, contudo, quem tem dermatilomania repete esse processo compulsivamente. O problema pode ocorrer em crianças e adultos, em qualquer idade.

As causas da dermatilomania estão associadas ao Transtorno Obsessivo Compulsivo (TOC), onde os pacientes tornam-se obcecados por hábitos repetitivos. Um agravante desse transtorno é a ansiedade, que faz com que os sintomas piorem. Essa condição mental pode causar machucados, sangramentos e hematomas.

Muitas vezes, de acordo com a Sociedade Britânica de Pesquisa em Dermatologia, aqueles que sofrem com a doença não percebem que estão coçando ou beliscando a pele e deixando marcas nela. Quando sofrem ansiedade ou estresse, podem intensificar esse tipo de ação.

Tratamento

A Terapia Cognitivo Comportamental (TCC) é a linha psicoterápica com mais evidência científica de eficácia para tratamento do transtorno obsessivo compulsivo relacionado ao transtorno de escoriação. O processo é focado nas características de comportamentos repetitivos no corpo dos pacientes

No entanto, segundo especialistas raramente os indivíduos com esse transtorno buscam tratamento psiquiátrico, psicológico ou dermatológico. A resistência ocorre devido ao constrangimento social, ao desconhecimento sobre soluções médicas viáveis e, até mesmo, à crença de que o comportamento não é prejudicial à saúde.


Tabu

Os “dermatilomaníacos”, como costumam ser chamadas as pessoas com a compulsão, passam por momentos difíceis. As cicatrizes causadas por seus atos são motivo de constrangimento e, na maioria das vezes, de exclusão social.

A aceitação do próprio corpo é uma das principais dificuldades enfrentadas pelas pessoas que sofrem com o transtorno. Elas passam a usar calças e camisas de mangas longas, mesmo no calor intenso, para que as cicatrizes não sejam notadas, recorrem à maquiagem para cobrir os machucados e abrem mão de ir à praia ou fazer atividades que envolvam a exposição do corpo.

Como a maior parte dos acometidos são do sexo feminino, as dificuldades para esconder as escoriações são ainda maiores. Usar short, saia e vestidos está fora de cogitação. E, quando o fazem, os olhares que recebem das outras pessoas são motivo de vergonha. Nos casos mais crônicos, os portadores desse transtorno abandonam o emprego, terminam relacionamentos e chegam a desenvolver depressão.

Outro problema é a forma com que os familiares reagem ao saber da escoriação compulsiva. Para quem não sofre com a dermatilomania, a resposta para o fim dos problemas é simples: “Pare de coçar, pare de arrancar”. Entretanto, o processo não é fácil como parece, como isso, os indivíduos podem sentirem-se pressionados e aumentar a compulsão das coceiras.

Por isso, é importante que a dermatilomania seja abordada. Ao compreender melhor o transtorno e suas possíveis causas, torna-se mais fácil conviver com o transtorno, tanto para o paciente quanto para os familiares.

Rede de apoio

Se você tem essa compulsão ou conhece alguém que luta contra a dermatilomania, não se sinta só. No Facebook há um grupo onde os pacientes relatam suas histórias e sugerem formas de lidar com a situação. A comunidade se chama Dermatilomania e Skin Picking Brasil e somente deve procurá-la quem, realmente, precisar de apoio.

Onde buscar tratamento em Manaus:

opulação conta agora com o ipok, um aplicativo inovador de Saúde, cujo objetivo é facilitar o dia a dia de usuários que precisam agendar uma consulta médica de forma prática, ágil e segura. Além, de avaliar o atendimento de um profissional de saúde, efetuar buscas por profissionais especializados é possível acompanhar notícias atualizadas da área de saúde. No app você pode agendar consultas com psiquiatras, psicólogos e dermatologistas em Manaus, entre outras especialidades. 

Atenção: A informação descrita acima, serve apenas como apoio e não, substitui em hipótese alguma, a consulta médica com um profissional especializado. Para um diagnóstico preciso, procure uma avaliação médica de sua preferência ou no serviço público de saúde.

FONTE: Ministério da Saúde, Sociedade Brasileira de Dermatologia, BBC.com

  • Compartilhar:

Deixe o seu comentário