Por ser tão importante para a saúde feminina, é fundamental conhecer o que faz esse profissional e quando procurá-lo

Podemos dizer que esse é o especialista mais presente na vida das mulheres em diferentes fases da vida.

A ginecologia é a especialidade médica considerada a “ciência da mulher” por diagnosticar e tratar de patologias que acometem o aparelho reprodutor feminino, especificamente a vagina, ovários, útero e mamas. 

O ginecologista é o profissional que dá a assistência necessária para a saúde da mulher. São várias as doenças diagnosticadas por esta especialidade, sendo mais comum o tratamento das doenças sexualmente transmissíveis (DSTs), prevenção de câncer no colo do útero, acompanhamento do ciclo menstrual e uso de anticoncepcionais, acompanhamento gestacional, prevenção ao câncer de mama, entre outros. 

Muitos especialistas trabalham com ginecologia e obstetrícia fazendo o acompanhamento das mulheres durante o período gestacional, parto e pós parto. Normalmente o profissional trabalha nessas duas áreas de atuação, logo que durante a gestação o obstetra tem que cuidar da saúde íntima da mulher.

Conheça as principais doenças tratadas e como encontrar um ginecologista em Manaus

Doenças sexualmente transmissíveis (DST's)

infecções causadas por diferentes agentes, as DSTs, quando não identificadas e logo tratadas por um profissional pode trazer sérias complicações na vida das mulheres. O ginecologista é o responsável por identificar essas infecções como herpes, gonorréia, HIV/Aids, sífilis, HPV, entre outras patologias;

Câncer no colo do útero

o vírus HPV é o principal causador do câncer no colo do útero. A doença costuma causar: Sangramento vaginal seja durante a relação sexual, entre as menstruações ou após a menopausa. Corrimento vaginal anormal e com coloração e odores diferentes do normal. Dor na pelve ou durante a relação sexual, feito um tratamento logo no início as chances de prevenção são maiores;

Endometriose

doença ocorrida quando o tecido endometrial cresce fora do útero e se espalha nas tubas uterinas, bexigas e ovários. Os principais sintomas da doença são dores fortes, principalmente durante o período menstrual da mulher ou durante as relações sexuais;

Ovário policístico

é uma doença endócrina que provoca mudanças nos níveis de hormônios da mulher. Os ovários policísticos podem causar menstruação irregular, pequenos cistos no ovário e produção elevada de hormônio masculino (testosterona);

Corrimentos

coceira, vermelhidão e sensação de queimação na região da vulva e da vagina pode ser causado pela candidíase vaginal, uma infecção na vagina causada pelo fungo Candida albicans. Mas, dependendo do tipo, pode ser considerado normal, entretanto somente o especialista poderá avaliar;

Dismenorreia (cólica)

ocorre quando a mulher sente dores intensas na região do músculo uterino que prejudica a circulação sanguínea dessa região. Outras complicações também podem causar a dismenorreia como a endometriose, doença inflamatória pélvica, malformações uterinas ou por meio do uso de métodos contraceptivos como o DIU;

Patologia mamária

presença de nódulos nas mamas, a patologia mamária pode ser observada através de exames feitos pelo especialista, nesse caso, o profissional encaminha o paciente para um mastologista.  Nos exames de rotina, o profissional normalmente faz palpação das mamas, para verificar a possível presença de nódulos ou qualquer outra anomalia;

Hirsutismo

doença hormonal que provoca o aumento dos pêlos nas mulheres, o hirsutismo pode acontecer devido às variações hormonais das mulheres, pelos que são mais presentes em homens começam a ser passados nas mulheres como no rosto;

Infertilidade e dificuldade para engravidar

relacionado ao sistema reprodutor da mulher, alguns hábitos podem interferir na fertilidade da mulher. 

Menopausa

período que se encerra o ciclo menstrual da mulher, a menopausa é marcada pelo fim da reprodução de hormônios nos ovários femininos. Geralmente ocorre entre os 40 e 50 anos de idade, e os principais sintomas são Coceira e secura vaginal, que pode levar a dor na relação sexual, redução da libido, diminuição do tamanho dos seios e perda de firmeza, sudorese noturna, problemas para dormir;

Mioma Uterino

O mioma uterino é um tumor benigno formado através do miométrio (músculo do útero) o qual causa sangramentos excessivos, principalmente em mulheres entre 30 a 50 anos de idade. A probabilidade do tumor transformar-se em câncer é rara. Além disso, em caso de mulheres grávidas que têm miomas, a probabilidade do tumor encolher ou desaparecer após o parto, é alta. 

Os miomas podem aparecer em várias regiões da parede do útero ou fora dele, confira os tipos:

  • mioma subseroso: aparece na parte externa do útero, seu crescimento pode prejudicar outros órgãos como bexiga e intestino, podendo causar infecções urinárias; 
  • mioma submucoso: aparece na parte interna do útero, abaixo do endométrio, podendo causar a infertilidade, logo a impossibilidade de gravidez;
  • mioma pediculado: conectado a parede uterina, pedículo; ou fora, chamado de intracavitário; 
  • mioma intramural: aparece dentro do útero, apresentando cólicas e dificultando a gravidez;
  • mioma intraligamentar: bloqueia o caminho entre os óvulos dificultando a gravidez;
  • mioma em parturição: pode causar a dilatação do colo do útero;
  • mioma no colo do útero: esse mioma causa dores durante as relações sexuais, e pode entrar em parturição.

Sintomas do mioma uterino

Os miomas podem apresentam sintomas, ou não, por isso é tão importante a visita à um especialista para realização de consultas periódicas, os principais sinais, são:

  • Alteração do ciclo menstrual;
  • Sangramentos;
  • Infertilidade;
  • Cólicas e dores;
  • Dores nas relações sexuais;
  • Inchaço abdominal;
  • Necessidade de urinar com frequência;

Fatores de risco do mioma uterino

O mioma uterino pode aparecer na idade fértil da mulher e estão relacionados aos níveis de hormônios (progesterona e estrogênio) na gravidez. 

Mulheres de etnia negra estão mais vulneráveis a ter miomas, a hereditariedade também é um fator importante, no caso mulheres da família que já tenham sido diagnosticada com o problema. 

Outras questões como uso exacerbado de álcool, obesidade, hipertensão, uso precoce de anticoncepcionais podem causar o desenvolvimento do tumor.

Diagnóstico e tratamento do mioma uterino

O diagnóstico de mioma no útero é feito através de exames ginecológicos de rotina, nesse caso, o aconselhável é procurar um médico ginecologista especialista em cuidar do sistema reprodutor feminino.  

Os exames mais recorrentes no caso de identificação de miomas, são:

  • ultrassonografia transvaginal
  • ressonância magnética
  • ultrassom com infusão
  • histerossalpingografia e histeroscopia.
  • Exames sanguíneos

O tratamento do mioma uterino difere de uma pessoa para outra, algumas mulheres não apresentam sintomas, já em outras os sintomas precisam ser controlados.

Nesse caso, é frequente o uso de anticoncepcionais, anti-inflamatórios para controle da dor e em caso mais graves cirurgias como a miomectomia abdominal ou histerectomia. Já existe tratamentos minimamente ou não invasivos, são eles:

  • embolização do mioma;
  • miólise;
  • miomectomia histeroscópica;
  • cirurgia por ultrassom guiado por ressonância magnética;

Quando procurar o ginecologista?

A consulta com o ginecologista pode ocorrer por diversos motivos e ser encaminhada de formas diferentes, dependendo do profissional e da necessidade do paciente. Encontre um ginecologista em Manaus.

Os exames mais pedidos por esse profissional são o papanicolau que têm como finalidade prevenir a mulher contra o câncer do colo do útero, o exame clínico da mama neste procedimento o ginecologista examina as mamas da paciente para verificar se há sinais de de caroços, inchaço, alteração na forma e cor das mamas. 

Também pode ser pedido a ultrassonografia pélvica que é um exame de imagem feito para observar os órgãos da região pélvica como o útero, ovários, tubas uterinas, além de veias e artérias. A colposcopia que é o  exame de imagem que possibilita a visualização do colo do útero e da vagina de forma bem mais detalhada.

As mulheres devem ir ao ginecologista pelo menos uma vez ao ano para a realização desses exames, como forma de prevenir essas diversas patologias que afetam o sistema reprodutor feminino. 

Como encontrar um ginecologista em Manaus?

O ginecologista pode ser encontrado no Sistema Único de Saúde (SUS), ou em consultórios particulares. Para garantir que a consulta será com um profissional qualificado, a plataforma de agendamento e marcação de consultas ipok, conta com especialistas disponíveis para sua necessidade. 
Baixando o aplicativo ipok você pode marcar sua consulta através do celular, no tempo e horário que você deseja e, parcelar em até 6x no cartão de crédito. A plataforma chegou para facilitar a sua vida aliada a tecnologia.

Próximo profissional com horário disponível:

{{doctor.doc_name}}

Ginecologista e Obstetras em Manaus para agendamento


Informações sobre Ginecologia e obstetrícia

mioma-uterino-como-identificar-o-problema
Mioma uterino: como identificar o problema?

O mioma uterino é um tumor benigno formado através do miométrio (músculo do útero) o qual causa sangramentos excessivos, principalmente em mulheres entre 30 a 50 anos de idade.