Notícias Gastroenterologista

Você conhece a síndrome do intestino irritável?

Cerca de 10 a 15% da população apresenta os sintomas da síndrome, principalmente as mulheres

O que é?

A síndrome do intestino irritável é um distúrbio do trato digestivo que afeta o intestino grosso e intestino delgado, ocasionado por sintomas desagradáveis, como  dor, desconforto abdominal, muco nas fezes, urgência retal, entre outros.

A SII afeta cerca de 10 a 15% da população e têm predominância nas mulheres. O distúrbio prejudica a funcionalidade do organismo, causando um impacto negativo sobre a qualidade de vida da pessoa. 

A síndrome do intestino irritável é uma doença heterogênea e seus portadores merecem um tratamento adequado. 

Nesta síndrome, recomenda-se uma abordagem inicial não medicamentosa, com mudança de hábitos, principalmente na alimentação e na prática de atividades físicas, gradativamente direcionando o tratamento de acordo com os sintomas apresentados pelo paciente.

Quais os principais fatores de risco para contrair a SII?

As paredes do intestino é revestido por músculos que se contraem e relaxam conforme a atividade do intestino ao processar o alimento. Na síndrome do intestino irritável, essas contrações podem ser mais fortes ou leves ocasionando os sintomas da doença. 

Os especialistas ainda não descobriram a causa para uma pessoa desenvolver a SII, mas, alguns fatores de risco aumentam as chances, como:

  • Alimentos: ainda não se sabe qual é a influência dos alimentos no desenvolvimento da SII, mas, alimentos gordurosos ou a intolerância à lactose, colaboram com o aumento do distúrbio. 
  • Estresse: o estresse agrava os sintomas da doença, pessoas que sofrem com a síndrome do intestino irritável, devem evitar.
  • Hormônios: as mudanças hormonais podem influenciar no desenvolvimento da síndrome e, está mais propício nas mulheres com a menopausa. 
  • Outras doenças também podem acarretar a agravação da síndrome, é importante estar atento aos sinais.

Principais fatores de risco para a SII

Algumas pessoas não desenvolvem os sintomas e muitas vezes os sinais são confundidos com outras doenças. Os principais fatores de risco são:

  • Pessoas com 45 anos de idade;
  • Pessoas do sexo feminino;
  • Fatores genéticos;
  • Problemas mentais: ansiedade, depressão, traumas, transtornos psicológicos;

Contudo, o fator emocional é o grande responsável pelas crises. Como fases boas e ruins se alternam na vida, a síndrome pode ser sentida com maior ou menor frequência dependendo da fase que o indivíduo esteja passando.  

Principais sintomas da SII

Embora as causas exatas da SII ainda não sejam conhecidas, a síndrome não evolui para casos mais graves como tumores. A doença afeta milhões de pessoas no mundo inteiro e ainda não é compreendida pela população. Acredita-se que os indivíduos que sofrem com SII têm sensibilidade no trato digestivo. Alguns especialistas definiram alguns sintomas da síndrome. 

  • Dor abdominal;
  • Prisão de ventre;
  • Diarréia;
  • Muco nas fezes;
  • Constipação;
  • Distensão na barriga;
  • Cefaléias;
  • Fadigas;
  • Problemas físicos e psicológicos;

Algumas complicações graves podem surgir e diminuir o quadro de saúde do paciente. Trata-se de uma doença benigna e com boa evolução de tratamento, se abordada adequadamente e precocemente. Sinais de alarme como sangramento, perda de peso, desidratação e desnutrição grave descartam o quadro de doença funcional. Caso estejam presentes, esses sinais devem ser investigados por um especialista.

Diagnóstico e tratamento da síndrome do intestino irritável

Ainda não existe um exame específico para diagnosticar a síndrome, mas outros exames podem ser feitos para descartar a possibilidade de outras doenças, pois os sinais da SII podem ser confundidos com outras doenças gastrointestinais. 

O profissional mais indicado para tratar a síndrome é o gastroenterologista, o médico irá buscar alternativas para aliviar os sintomas enquanto o diagnóstico é finalizado, em casos mais graves, as pessoas com SII, necessitam do auxílio de um especialista para acompanhá-lo durante o tratamento. Entre os exames para diagnosticar a SII estão:

  • Exames de sangue;
  • Cultura de fezes;
  • Endoscopia;
  • Sigmoidoscopia;
  • Colonoscopia;
  • Raio-x;
  • Tomografia computadorizada;

O objetivo do tratamento da SII, é aliviar os sintomas da doença para melhorar a qualidade de vida do paciente. O tratamento pode ser feito através de medicamentos indicados para a síndrome. Mudanças de hábitos também devem ser feitas durante esse período. 

A prática de atividades físicas é essencial para manter a saúde do corpo. Dormir pelo menos oito horas por dia é importante para o controle da ansiedade durante todo o processo de tratamento. Mudanças na alimentação também são importantes, manter uma dieta saudável auxilia na diminuição dos sintomas. Mantenha-se hidratado, beber líquidos é essencial para a recuperação.

Lembre-se! A melhor dica para evitar a SII é manter-se saudável, adotando um estilo de vida longe de vícios e má alimentação.

A síndrome do intestino irritável é uma doença que necessita de cuidados por toda a vida. Alguns paciente têm suas vidas afetadas diretamente, no trabalho, entre familiares e amigos. No entanto, o tratamento pode contribuir para trazer alívio aos sintomas, que podem, diminuir e às vezes até desaparecer completamente com a síndrome.

Conheça o perfil dos profissionais que atendem em Manaus

A plataforma de agendamento de consultas médicas ipok, conta com profissionais gastroenterologistas em Manaus disponíveis para a sua necessidade. Baixando o aplicativo ipok você pode marcar sua consulta através do celular, no tempo e horário que você deseja e ainda parcelar em até 6x no cartão de crédito.