Saiba como prevenir a Laringite

Neste período de pandemia do novo coronavírus, qualquer desconforto ou sinais de anormalidade das vias aéreas causa uma preocupação. Entretanto, especialistas explicam que a laringite é a inflamação da laringe (região das vias aéreas onde ficam localizadas as cordas vocais), que conecta a faringe à traquéia e faz parte do sistema respiratório.

A inflamação dessa região pode ser causada por vírus (mais prevalente), bactérias, inalação de agentes alérgicos ou esforço excessivo da voz. O principal sintoma é a popular dor de garganta, mas vale lembrar que a dor também pode ser decorrente de outras inflamações, como faringite ou amigdalite.

Existem alguns fatores que aumentam os riscos de ter a doença. Pessoas que utilizam a voz fazendo esforço além do habitual, expostas a fumaça, que têm refluxo gastroesofágico (quando o conteúdo gástrico sobe pelo esôfago e chega à garganta), fumantes ou que fazem uso excessivo de álcool estão mais propensas a terem a inflamação.

Sintomas

  • Pigarro;
  • Dor de garganta;
  • Febre;
  • Dor de cabeça, de garganta ou muscular;
  • Rouquidão ou perda da voz;
  • Sensação de garganta áspera;
  • Dificuldade para respirar;
  • Dor ao engolir;
  • Tosse.

Diagnóstico

Em geral, o médico analisa os sintomas baseado na história clínica do paciente. É comum o especialista examinar o fundo da garganta com um abaixador de língua e espelho ou tubo de visualização fino e flexível que permite observar se há vermelhidão no revestimento da laringe.

Quando os sintomas persistem por mais de três semanas, podem ser solicitados exames de laringoscopia e videolaringoscopia para visualizar mais detalhadamente a região. Se houver suspeita de infecção bacteriana (devido à presença de pus, por exemplo), o especialista pode solicitar exames mais específicos para indicar o tratamento correto.

Tratamento

Em geral, a laringite viral é uma doença autolimitada, com duração menor que três semanas. Analgésicos e anti-inflamatórios podem ser indicados para controlar sintomas e aliviar a dor. Quando a infecção é bacteriana, o tratamento envolve antibióticos.

Em todos os casos é recomendado que o paciente beba bastante água para manter a região hidratada, além de poupar a voz. 

Caso a infecção esteja relacionada a agentes alérgicos ou refluxo, o indicado é tratar a causa de origem com um gastroenterologista.

Recomendações importantes

  • Beba bastante água;
  • Não fume;
  • Descanse a voz; forçar as cordas vocais para falar mais alto pode prejudicar a laringe;
  • Evite contato com agentes alérgicos comuns como pó, pólen e mofo;
  • Caso tenha refluxo, mantenha o tratamento para evitar o surgimento de laringite e outros problemas de garganta.

Onde buscar tratamento em Manaus:

A população conta agora com o ipok, um aplicativo inovador de Saúde, cujo objetivo é facilitar o dia a dia de usuários que precisam agendar uma consulta médica de forma prática, ágil e segura. Além, de avaliar o atendimento de um profissional de saúde, efetuar buscas por profissionais especializados é possível acompanhar notícias atualizadas da área de saúde. No app você pode agendar consultas com clínico geral e otorrinolaringologista em Manaus, entre outras especialidades. 

Atenção: A informação descrita acima, serve apenas como apoio e não, substitui em hipótese alguma, a consulta médica com um profissional especializado. Para um diagnóstico preciso, procure uma avaliação médica de sua preferência ou em alguma unidade de saúde pública mais próxima da sua região.

Fonte: Ministério da Saúde