Dermatologista Notícias ipok-interna

O que você precisa saber sobre o melasma?

O distúrbio afeta principalmente as mulheres entre 20 e 25 anos de idade, mas também pode aparecer em homens, cerca de 10% das pessoas do sexo masculino sofrem com o problema

O que é o melasma?

O melasma é um distúrbio caracterizado pelo surgimento de manchas escuras na pele que são desencadeados devido a longa exposição ao sol e exposição aos raios ultravioletas sem a devida proteção solar, isso porque os raios UVA/UVB estimulam os melanócitos (células responsáveis pela produção de melanina na pele). Também pode ser causado pelas alterações hormonais, uso de pílulas anticoncepcionais, entre outros fatores. 

O distúrbio afeta principalmente as mulheres entre 20 e 25 anos de idade, mas também pode aparecer em homens, cerca de 10% das pessoas do sexo masculino sofrem com o problema. Além dos fatores hormonais e exposição ao sol, o melasma também pode ser adquirido através da predisposição genética ao problema.

As principais partes do corpo que o melasma aparece é na região da testa, bochechas, queixo e nariz. O melasma se classifica em três tipos, são eles: epidérmico, dérmico e misto.

O melasma epidérmico acontece quando há um grande volume de pigmento na epiderme (camada superficial da pele). O dérmico é caracterizado pelo depósito de melanina nos vasos mais superficiais e profundos da pele e o melasma misto acontece quando há excesso de pigmentação na epiderme e na derme ou em outras regiões. 

Quais são os principais sintomas do melasma?

Os principais sintomas do distúrbio são as manchas de tons amarronzadas na pele, principalmente na área da face. Pode ocorrer também o aparecimento de manchas nos braços, pescoço e colo. As manchas têm formatos irregulares e muitas vezes a pessoa que sofre com o problema pode agravar a condição fazendo o uso de tratamentos caseiros sem a orientação de um  médico dermatologista em manaus.

Qual é a relação do melasma com a gravidez?

Apesar de afetar os homens, o melasma aparece com mais frequência em mulheres, que representam 90% dos casos do distúrbio. O problema costuma aparecer principalmente nas gestantes devido às alterações hormonais que acontecem nesse período. 

Percebe-se que durante a gravidez a pele da barriga e axilas costumam ficar mais escuras, além do aumentos dos sinais e manchas na pele da mulher. 

Na gestação o cuidado precisa ser redobrado, o ideal é usar filtro solar diariamente e produtos que contenham vitamina C em sua composição. Alguns procedimentos como peelings também podem ser feitos durante esse período, mas somente o dermatologista pode indicar o tratamento mais adequado para a gestantes, visando a saúde  da mãe e do bebê.

Como prevenir o melasma?

Algumas dicas são fundamentais para quem quer estar protegido desse distúrbio que afeta não somente a saúde corporal, mas também a saúde emocional que pode ser abalada pela baixa autoestima e sentimento de negação ao problema. 

Para ficar livre do melasma e qualquer outra condição que afete a pele é essencial usar o filtro solar rotineiramente, não somente em dias de lazer. A melhor escolha são os protetores solar com cor que além de proteger a pele dos raios UVA e UVB ainda funcionam com barreira para a luz visível de lâmpadas e aparelhos eletrônicos como os celulares, além de deixar a pele uniforme. 

É importante evitar a exposição ao sol nos horários entre as 10h da manhã às 16h da tarde e, sempre que puder utilize alguns acessórios que podem ajudar na prevenção como chapéus, óculos, camisas compridas e sombrinhas que funcionam como proteção física da região afetada.

Qual é o diagnóstico e tratamento do melasma?

Ao perceber alguma mudança na pele o mais indicado é procurar logo pela ajuda de um dermatologista, o especialista vai precisar checar o caso do problema se é a exposição ao sol ou questões hormonais. O médico poderá usar uma luz negra chamada Wood para verificação das manchas na pele e constatação do melasma. 

O tratamento terapêutico do melasma é através dos medicamentos e procedimentos para clarear a área afetada. Entre os procedimentos mais utilizados estão os peelings e aplicação de lasers. 

Os procedimentos mais usados são:

  • Fotoproteção;
  • Cremes;
  • Peelings;
  • Lasers;
  • Luz intensa pulsada;

O melasma tem cura?

Após o aparecimento do distúrbio o paciente logo deve procurar um dermatologista e seguir todos os procedimentos indicados pelo profissional. Com o tempo e seguindo o tratamento o paciente  pode ter uma melhora no aspecto da pele, mas mesmo depois de clareado é importante continuar seguindo o tratamento. 

Ainda não há cura para o melasma, mas seguindo todas as orientações do médico o paciente pode ter uma boa qualidade de vida e bem-estar. É importante seguir as recomendações médicas para que a doença não traga outras complicações para a vida do paciente. 

Como encontrar um dermatologista em Manaus?

O dermatologista em manaus  pode ser encontrado no Sistema Único de Saúde (SUS), ou em consultórios particulares. Para garantir que a consulta será com um profissional qualificado, a plataforma de agendamento e marcação de consultas ipok, conta com especialistas disponíveis para sua necessidade. 

Baixando o aplicativo ipok você pode marcar sua consulta através do celular, no tempo e horário que você deseja e, parcelar em até 6x no cartão de crédito. A plataforma chegou para facilitar a sua vida aliada a tecnologia.